Blog

“Tá com o Fachin? Eu tô precisando fazer uma visita pra ele lá hein!”

A fala é de Delcídio Amaral, petista do MS e líder do Governo Dilma no Senado. “Fachin”, no caso, é Edson Fachin, Ministro do STF nomeado por Dilma em maio deste ano. Pois é.

Mesmo acostumados com os descalabros petistas e as cada vez mais frequentes prisões da Lava Jato (sempre acompanhadas de fartura documental e provas a rodo), ainda assim nos assustamos com a capacidade dessa gente de sempre passar dos limites da falta de ética e de escrúpulos.

O Ministério Público Federal, em seu site, divulgou os documentos que serviram de base para a prisão do senador petista – bem como as de seu chefe de gabinete e seu advogado. Já falamos aqui, por exemplo, da Venezuela aparecer como rota de fuga (Delcídio ofereceu isso em troca do silêncio de Nestor Cerveró, delator da Lava Jato).

Mas confiram agora estes trechos:

Fachin 01

Fachin 02

É fundamental que Luiz Fachin, afinal de contas um Ministro do STF, instância máxima do Poder Judiciário, deixe claro que tudo seja alusão do senador (agora presidiário). E que o STF mostre ainda mais rigor no julgamento de todos os políticos implicados na Lava Jato, sem aliviar para ninguém.

Porque a conversa do LÍDER DO GOVERNO DILMA NO SENADO (e foi Dilma quem escolheu e nomeou Fachin ao STF) é aterradora para a democracia e para a civilidade. O STF precisa dar um basta, na prática, à galhofa de que seria “puxadinho do PT”.

Notícias Recentes

To Top