Blog

Teria sido Lula o articulador do golpe que o STF deu no impeachment de Dilma

Dilma Rousseff, Michel Temer e Lula

Além de nomear Jaques Wagner para negociar com o PMDB, Lula teria acionado Nelson Jobim para se acertar com Teori Zavascki.

Vera Magalhães conta na Radar Online que Jaques Wagner foi o “diplomata” que recriou o diálogo entre o PT e os caciques do PMDB. No caso, Renan, Temer e Cunha. O problema é que a oposição segue dando Lula como morto, quando fora justo ele o fiador da nomeação de Wagner como faxineiro das lambanças de Mercadante na Casa Civil. Mais do que isso, coube ao ex-presidente, segundo o Antagonista, acionar Nelson Jobim, o padrinho de Teori Zavascki no STF. O mesmo Teori que atendeu ao pedido do PT para impedir aos 45 do segundo tempo o rito do impeachment definido por Eduardo Cunha.

O Antagonista conta também que Lula já voltou a Brasília na noite de quarta. E que o objetivo era de uma vez por todas acabar com as pretensões de impeachment por parte de Cunha – e do PMDB.

Foto: Valter Campanato/ABr - Agência Brasil

Leia também | Dilma oferece cargo a presidente do Conselho de Ética pela absolvição de Eduardo Cunha

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top