Blog

Três ótimos números provam que a situação melhorou bastante após o impeachment de Dilma

Notas de 50 reais. Foto: Pixabay.

É um começo. Para não dizer: o mínimo.

Quando, ainda na condição de interino, Michel Temer montou seu ministério, os analistas concordaram que a equipe econômica era ótima, mas as nomeações políticas eram bem questionáveis. Nove meses depois, resta evidente que a leitura foi bem realista.

Se politicamente a gestão Temer segue caótica, os resultados econômicos já se somam. Mansueto Almeida, secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, usou o Twitter para resumir em 140 caracteres três dados importantíssismos – e positivos.

Nos últimos 12 meses, o Ibovespa cresceu quase 60%, o risco país caiu 50%, e o dólar caiu quase 20%.

Sim, o intervalo observado inclui ainda os quatro últimos meses da gestão Dilma. Mas é preciso lembrar que o ajuste fiscal, defendido apenas pela oposição na campanha de 2014, já estava em voga por obra e graça de Joaquim Levy, nome contestado por petistas e a própria equipe econômica do governo anterior. E que a segurança jurídica necessária só foi atingida quando o impeachment se concretizou.

A recessão ainda atinge o bolso do brasileiro. Mas essas três curvas positivas trazem a esperança de dias melhores. É um começo. Para não dizer: o mínimo.

Fonte: Secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda

Mais Lidas

To Top