Blog

Uso de “presidenta” poderá ser obrigatório

Esse pessoal do PT perdeu completamente a noção do ridículo, se é que um dia eles tiveram algum. Leiam o que o que informa o colunista Lauro Jardim, de Veja:

Está na pauta da CCJ da Câmara nesta quarta-feira um projeto da ex-senadora Serys Slhessarenko que vai deixar Dilma Rousseff feliz.

Apresentado em 2009, o texto determina o uso obrigatório da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas. Ou seja, o “presidenta” de Dilma Rousseff vai virar lei e não mais um termo opcional como uma vez José Sarney ensinou à Marta Suplicy em plena sessão do Senado.

O relator de matéria tão interessante para Dilma é nada menos do que ele… Paulo Maluf.

Comentário:

Bom, caso essa lei ridícula seja aprovada, esperamos que a flexão de gênero seja obrigatória para outros verbetes como militANTA e, em tempos de invasão, estundANTA.

 

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Mais Lidas

To Top