Internacionais

Governo russo agora reconhece que avião com 224 passageiros sofreu um atentado terrorista

Vladimir Putin | Foto: Presidential Press and Information Office

Em se confirmando a autoria do Estado Islâmico, serão responsabilizados por 353 mortes em menos de 15 dias.

Um braço do Estado Islâmico que atua no Egito já havia reivindicado a autoria do atentado. Mas só agora o governo russo confirma que não só foi um bomba que derrubou o avião com 224 passageiros, como ela seria trabalho de algum grupo terrorista. Contudo, devido ao trabalho de contrainformação que o ISIS costuma explorar, a Rússia segue evitando ligar um ponto ao outro.

Foto: Presidential Press and Information Office

Vladimir Putin | Foto: Presidential Press and Information Office

Com as 129 mortes dos ataques a Paris, o Estado Islâmico chegaria a um total de 353 vítimas em menos de 15 dias. Os Estados Unidos, no entanto, seguem negando uma ação por terra, tida por muitos como a única alternativa para neutralizar de vez o a força dos extremistas. Rússia e França, vítimas diretas das últimas ações, parecem dispostas a iniciativas mais corajosas do que o exclusivo uso de drones.

Mais Lidas

To Top