Notícias

7 mil são demitidos em decorrência do escândalo do Petrolão

Por conta das investigações da Lava Jato, obras num total de R$ 5 bilhões são paralisadas, e quem paga com por isso é o trabalhador.

17374

De acordo com a Folha de São Paulo, a crise nas empreiteiras envolvidas na Operação Lava Jato ameaça o desenvolvimento de cidades que cresceram devido à extraçao de petróleo. Em 3 estados, os investimentos somam R$5 bilhões e em dois deles, as demissões já chega a 7.000, segundo os sindicatos de trabalhadores.

Rio Grande, por exemplo, tinha apenas 207 mil habitantes em 2006 e foi alçada a pólo econômico do Rio Grande do Sul após início de construção de plataformas de petróleo e módulos para a Petrobras. Com o desenrolar da operação Lava Jato, o sindicato dos metalúrgicos afirma que  metade da força de trabalho da Engevix foi demitida. Além disso, empresas terceirizadas reclamam de dívidas e também demitem.

 

Notícias Recentes

To Top