Notícias

A insistência de Tarso Genro no “argumento” nazismo

Neste domingo, o petista comparou Lula a um judeu perseguido por nazistas.

Neste domingo, Tarso Genro usou seu perfil no Twitter para comparar Lula aos judeus perseguidos pelos nazistas. Chegou inclusive a ironizar, ao afirmar que bastava ler para se convencer de que aquela comparação fazia sentido:

Mas essa não foi a primeira vez que o petista se valeu do nazismo para reforçar um ponto em sua argumentação. Em agosto, o argumento foi usado para desmerecer os seguranças que protegiam o Pixuleko, o boneco com uma caricatura de Lula:

A acusação de que políticos como Bolsonaro só viam a popularidade crescer graças à corrupção petista também virou motivo:

A crise grega não escapou do olhar atento do ex-governador gaúcho.

A crise dos refugiados na Europa também foi destaque no perfil do pai de Luciana Genro:

Sem sombra de dúvida, o nazismo é uma das piores coisas que a humanidade já produziu. Possivelmente a pior. Mas, justamente por isso, deveria ser usado com mais cautela em qualquer tipo de discussão, ou corre o risco de parecer banal. Tarso Genro, um advogado e professor que já foi ministro e governador, deveria saber disso. Uma pena que se comporte assim.

Tarso-Genro

Notícias Recentes

To Top