Notícias

A “Suprema Corte totalmente acovardada” adiou a decisão sobre o destino de Lula

Foto: Wilson Dias/ABr

Até lá, Lula seguirá se escondendo no hotel 5 estrelas.

O governo Dilma temia que o STF decidiria, graças ao parecer de Rodrigo Janot, que Lula não poderia assumir a Casa Civil, perdendo, assim, o foro privilegiado e voltando aos cuidados de Sérgio Moro. Em Curitiba, vazam os jornalistas mais bem informados, a Lava Jato já estava preparando o pedido de prisão do ex-presidente quando Dilma achou por bem obstruir a Justiça e convencer os indeciso a votar “sim” no processo de impeachment que enfrentava.

O problema é que a, nas palavras do próprio Lula, “totalmente acovardada” Suprema Corte achou por bem deixar o problema para depois. Para quando? Pelo menos uma semana. Mas, sabe como é, né? E se virar um mês? E, se, antes disso, Michel Temer assumir de vez a Presidência da República? E se já nomear Eliseu Padilha para a Casa Civil? Será que o STF ainda precisaria decidir se Lula deveria encarar a prisão ainda em 2016 ou não?

Talvez o petista tenha acertado. E de fato tenha faltado coragem para enfrentar o cada vez mais falido petismo.

Notícias Recentes

To Top