Blog

Advogado de Jefferson diz que Lula ordenou o mensalão

Durante sustentação oral, o advogado de defesa do ex-deputado Roberto Jefferson questionou a não inclusão do ex-presidente Lula na denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República.

Abaixo informações de Camila Campanerut, do portal UOL:

O advogado Luiz Francisco Barbosa, que defende o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabia da existência do mensalão e inclusive ordenou ações ilícitas presentes na denúncia da Procuradoria Geral da República.

A afirmação foi feita durante sessão do julgamento do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), na tarde desta segunda-feira (13), no momento em que o defensor questionava a ausência de Lula na denúncia. “Eu digo: o presidente Lula não só sabia, como ordenou o encadeamento de tudo isso que essa ação penal escrutina”, afirmou. “Deixaram o patrão fora. Deixaram não, o procurador-geral da República [Roberto Gurgel] deixou”, disse Barbosa.

Logo após as denúncias, em agosto de 2005, Lula fez pronunciamento em rede nacional, no qual se disse “traído”. Mais tarde chegou a dizer que o epísódio foi uma “invenção” e, em maio deste ano, afirmou que o escândalo foi uma “tentativa de golpe”. Procurada pelo UOL, a assessoria de imprensa de Lula pediu para a reportagem retornar em breve para saber se o ex-presidente irá se pronunciar sobre as acusações.

Segundo o advogado, a denúncia do Ministério Público Federal trata o ex-presidente como um “pateta”. “A denúncia disse que entre quatro paredes do Palácio do Planalto estavam sendo celebradas tenebrosas transações. É claro que a excelência não pode afirmar que o presidente é um pateta, um deficiente, que sob sua barba estivesse acontecendo isso e ele não soubesse de nada”, afirmou.

“Ele [Roberto Gurgel] usou uma expressão carioca para dizer que o presidente é safo. Ele [o Lula] não é só safo, como doutor honoris causas. Mas é um pateta. Tudo isso acontecendo nas suas barbas e nada”, disse o defensor O advogado citou uma medida provisória do presidente Lula, em 2003, que incluiu o banco BMG no mercado de crédito consignado. “Em dois meses, o BMG entrou no mercado e, em seguida, o PT obteve empréstimos do Rural e do BMG.”

Em seguida, Barbosa voltou a dizer que Lula ordenou o mensalão. “Se o Presidente da República só pode ser julgado pelo STF, peço que esse tribunal cumpra a lei e que o procurador chame o presidente Lula para esta Corte, porque ele é o mandante de todo esse crime.”

(Grifos nossos)

 Leia a íntegra aqui.

O julgamento do mensalão pode ser assistido ao vivo na página especial do Implicante.

Mais Lidas

To Top