Notícias

Advogados de políticos envolvidos no esquema da Petrobras já admitem delação premiada

A colaboração tornou-se regra na defesa dos investigados da Lava Jato para garantir a liberdade de clientes.

Rodrigo-Janot (1)

Segundo o Estadão, nessa nova fase da Operação Lava Jato, a expectativa sobre a delação premiada de parlamentares cresce.

Embora o atalho da colaboração não seja bem visto por advogados de prestígio, a delação tornou-se quase uma regra nas investigações de desvio de dinheiro da Petrobras. A idéia é manter os investigados livres, já que, pela via processual habitual,  os clientes, cheios de petições, habeas corpus e outros recursos, estão sem perspectiva de deixar a prisão da Polícia Federal em Curitiba.

Recentemente, dois executivos da Camargo Corrêa, presos há 115 dias, decidiram colaborar com a Justiça Federal em troca de benefícios penais.

To Top