Notícias

Alguns esquerdistas tentaram impedir evento de Moro nos EUA, mas a plateia o aplaudiu

O episódio patético só reforça o autoritarismo da esquerda.

Imagem: TV Globo

O esquerdismo durante muito tempo se fantasiou de “democrático”, mas a cada dia que passa fica mais e mais impossível esconder o notório autoritarismo. São inúmeros os protestos repletos de destruição e vandalismo, verdadeiros atos terroristas pelos quais tentam impor o ideário à força.

E isso acontece também – ou talvez sobretudo – nos debates e eventos universitários. Eles simplesmente NÃO ADMITEM que alguém do campo contrário tenha o direito da fala. Recentemente, como comentamos, destruíram uma universidade para impedir evento com jornalista de direita – detalhe: gay e imigrante, mas isso não foi noticiado pela nossa gloriosa grande imprensa.

Agora, foi a vez de Sergio Moro. Meia dúzia de esquerdistas tentaram impedir evento com ele em New York, mas o chilique foi abafado pela plateia que o aplaudiu. Sim, a grande multidão presente lá estava – por óbvio – para ouvir e enaltecer o juiz da Operação Lava Jato.

A tentativa de sabotar a palestra serviu para deixar ainda mais evidente o autoritarismo esquerdista. E também mostrar que o esquerdismo, hoje talvez mais do que nunca, mantem-se fechado num círculo cada vez menor e mais intolerante.

Fonte: Folha de SP

Notícias Recentes

To Top