Notícias

Álvaro Dias, o senador tucano cabo eleitoral de Fachin, agora pretende processar Michel Temer por “pedaladas”

Depois o PSDB não entende o por que perde todas e cada vez mais perde o respeito da militância anti-PT.

O senador Álvaro Dias é um caso à parte que, para dizer o mínimo, merece estudo. Primeiro, fez uma campanha sem precedentes para colocar Fachin no STF. Sim, o mesmo Fachin que, ontem, suspendeu o processo de impeachment de Dilma.

Agora, o senador tucano (ah, esse PSDB…) pretende processar Michel Temer por “pedaladas”.

Na prática, é claro, essa “ameaça de processo” dá uma força ao Planalto. Uma força quase tão “forte” quanto ser cabo eleitoral de Fachin no STF. Quanto ao direito, porém, a ação já nasce inócua: Michel Temer nunca foi Presidente da República de fato e, como vice, assumindo nos casos de vacância (como, por exemplo viagens), não tinha outra opção se não rubricar o que já estava estabelecido e encaminhado pela Presidente da República.

E também não cabe ao TCU (Tribunal de Contas da União) “investigar” as assinaturas protocolares de um vice, mas sim TODA uma gestão, na figura de quem estabelece as políticas econômicas e as decisões financeiras. Álvaro Dias sabe disso, é claro. Todos sabemos.

A questão é outra: o que de fato quer o senador tucano?

Alvaro Dias - Fachin

Essa só ele pode responder.

To Top