Notícias

Após novos protestos tomarem o país, grupos vão a Brasília pedir o impeachment

Representantes dos principais grupos organizadores de protestos contra o PT unificam a pauta pelo impeachment

Avenida Paulista tomada por manifestantes contra o PT em 12/04

Avenida Paulista tomada por manifestantes contra o PT em 12/04

A insatisfação popular com o governo Dilma, além de levar multidões às ruas, pode gerar ações políticas imediatas. Leia a reportagem do Estadão:

O empresário Rogério Chequer, porta-voz do Vem Pra Rua, grupo que ao lado do MBL foi um dos que atraíram mais gente na tarde deste domingo na Avenida Paulista, anunciou a criação da Aliança dos Movimentos Democráticos do Brasil, formada por 50 grupos que vão à Brasília na quarta-feira também para encontrar lideranças do Congresso dispostas a encaminhar formalmente os pleitos dos movimentos.

O Vem Pra Rua aderiu há cerca de duas semanas aos grupos que pedem o impeachment de Dilma. Em seu discurso, ontem na Paulista, Chequer centrou fogo no PMDB, partido que tem a maior bancada na Câmara. “PMDB, não adianta você conquistar mais poder. O acordo agora não é com o PT, é com o povo brasileiro.”

Sem o controle do congresso e com a popularidade baixa, Dilma parece não ter hoje forças para evitar que o Congresso debata abertamente a abertura de um processo de impeachment.

Notícias Recentes

To Top