Notícias

Após trair deputados pró-impeachment, Cunha é acusado por novo delator do Petrolão

Com esse, já são dois delatores atribuindo a Cunha responsabilidade por desvios ocorridos da Diretoria Internacional da estatal.

O novo delator também se chama Eduardo, mas com um sobrenome peculiar: Musa. Ele é ex-gerente-geral da área Internacional da Petrobras e aderiu à colaboração com a justiça, a chamada “delação premiada”. A acusação ainda soa frágil, mas aponta a direção a qual os investigadores devem seguir. Diz ele “ter ouvido” que “quem dava a palavra final” para a Diretoria Internacional da estatal era o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, mesmo com as indicações vindo do PMDB mineiro. Esse departamento da empresa vem sendo entendido como a cota peemedebista do esquema que desviava dinheiro aos bilhões dos cofres públicos.

Eduardo Cunha dava a palavra final na diretoria Internacional, diz ex-gerente da Petrobrás

Leia também | Deputados pró-impeachment desconfiam que Eduardo Cunha os traiu

Para mais informações:
Eduardo Cunha dava a palavra final na diretoria Internacional, diz ex-gerente da Petrobrás

Notícias Recentes

To Top