Notícias

As vendas de livros despencaram 16% em 2016

Educação. Foto: Michal Jarmoluk

E o faturamento, claro, caiu junto

Mesmo um dos segmentos menos dependentes da saúde econômica do país, uma vez que anualmente há todo um exército estudantil precisando consumir literatura, sofreu com a recessão ocasionada pela gestão Dilma Rousseff. Segundo um levantamento feito pela Nielsen, a venda de livros caiu 16,3% no primeiro semestre de 2016.

O faturamento, claro, foi na mesma onda. Sem descontar a inflação, a queda foi de 6,94%. Ao se considerar a inflação do período, o prejuízo chega a 15,61%.

É a educação do país em jogo. Sim, ela também foi muito prejudicada pelo PT.

To Top