Blog

Barroso pode liberar quatro mensaleiros para trabalhos externos

05.06.2013 - O advogado Luís Roberto Barroso defendeu hoje (5), durante sabatina no Senado, a proatividade do Judiciário na definição de regras quando houver omissão do Legislativo e do Executivo. A sabatina é etapa necessária à aprovação do nome dele para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele foi indicado no dia 23 de maio pela presidente Dilma Rousseff. Foto: Antonio Cruz/ABr.

Antes do recesso de julho, o STF analisará os recursos dos condenados hoje.

Matéria da Veja:

barroso

Antes do recesso de julho, o Superior Tribunal Federal (STF) pode aliviar a pena de quatro mensaleiros (José Dirceu, Delúbio Soares, Romeu Queiroz e Rogério Tolentino) e fazer com que possam sair do presídio para realizar trabalhos externos, a pedido do relator Luís Roberto Barroso. Por lei, os serviços fora do presídio dependem de alguns fatores, e o principal deles é o cumprimento mínimo de um sexto da pena, o que nenhum dos condenados alcançou ainda.

 

 

 

Mais Lidas

To Top