Notícias

Benedicto Barbosa revela ao TSE um caixa 2 de R$ 17 milhões ao PT, “mas não era campanha”

E referente apenas a um contrato.

Foi divulgado o depoimento de Benedicto Barbosa da Silva Júnior, um dos 78 delatores da Odebrecht, que ocupava alto cargo de chefia na construtora. E ele revela, de forma expressa, que entre 2012 e 2013, foram repassados R$ 17 milhões ao PT.

E isso referente apenas a um contrato, o de submarinos.

Chama atenção o fato de que 2013 nem mesmo foi ano eleitoral. Segue trecho do depoimento:

“Ele (Marcelo Odebrecht) me alocou R$ 17 milhões ao longo da vida do submarino (…) Ficou uma deliberação para o Partidos dos Trabalhadores ao longo das suas necessidades. Foi feito como caixa 2, mas não era campanha.” (grifamos)

Pois é. Teve Caixa 2 até quando não havia campanha.

To Top