Notícias

BOMBA: em delação premiada, ex-diretor da Petrobras entrega todo mundo

Do Estadão:

dilmapauloroberto

 Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, citou pelo menos 32 deputados e senadores, um governador e cinco partidos políticos que receberiam 3% de comissão sobre o valor de cada contrato da estatal firmado durante sua gestão. Costa está depondo na Polícia Federal em regime de delação premiada, para tentar obter perdão judicial. Ele foi detido durante a operação Lava Jato, que denunciou um esquema de lavagem de dinheiro e corrupção na Petrobras. Em um dos depoimentos, afirmou que “todo dia tinha político batendo em sua porta”, e citou uma conta de um “operador do PMDB” em um banco europeu.

To Top