Notícias

Caiado prova que Dilma sabia que “pedalar” era crime quando o cometeu

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A presidente foi alertada pelo TCU, mas seguiu cometendo a fraude fiscal.

O petismo ainda tenta se defender gritando por aí que o TCU nunca alertou Dilma Rousseff de que as pedaladas fiscais eram crime fiscal. Mas Ronaldo Caiado está preparado para essa conversa fiada. Segundo Vera Magalhães, o senador anda sempre com um documento mostrando que a Advocacia-Geral da União foi advertida pelo TCU no dia 22 de junho de 2015, mas que a presidente repetiu a manobra ilegal um mês depois.

Nas palavras dele, “a presidente mente ao dizer que o TCU nunca notificou a Advocacia-Geral da União sobre as pedaladas fiscais. Não há desculpa. O alerta foi feito e ignorado. Acabou o chão para eles”.

Tudo isso ficaria ainda mais claro se a oposição na época tivesse abandonado o eufemismo usado pelo próprio governo – “pedalada fiscal” – e chamado o crime por aquilo que ele é: fraude fiscal.

Mais Lidas

To Top