Notícias

Cerveró fica calado em interrogatório sobre compra da refinaria de Pasadena

Ex-diretor internacional da estatal utilizou seu “direito de permanecer em silêncio”.

NESTOR CERVERÓ PARTICIPA DA COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE DA CÂMARA EM BRASÍLIA

Em novo depoimento hoje à Polícia Federal, Nestor Cerveró preferiu não se pronunciar  sobee a compra da refinaria de Pasadena, segundo informou a Folha. A transação foi realizada em 2006, sob comando o ex-diretor internacional e resultou num prejuízo de US$792 milhões à Petrobras, de acordo com o Tribunal de Contas da União.

Em uma hora e meia de depoimento, Cerveró preferiu utilizar seu “direito de permanecer em silêncio”.

To Top