Notícias

Chico Buarque proíbe peça com suas músicas após ator xingar o PT em apresentação

Espetáculo foi interrompido por petistas quando Claudio Botelho mencionou prisão de “ladrão ex-presidente” e impeachment de “presidente ladra”

Chico Buarque anunciou que irá proibir o ator e produtor Claudio Botelho de utilizar suas canções “nesse ou em qualquer espetáculo” devido ao incidente ocorrido durante a apresentação deste sábado (19) da peça “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos” em Belo Horizonte. De improviso, Botelho incluiu críticas a Lula e Dilma em uma das cenas, causando reação imediata de petistas que estavam na plateia. O espetáculo teve de ser interrompido devido aos ânimos exaltados.

A peça foi criada, produzida e dirigida pelo próprio Claudio Botelho e seu parceiro Charles Möeller. Mesmo após a proibição, o ator afirma que tem Chico Buarque como “o maior artista” de sua geração.

Este episódio desnuda completamente a mentalidade autoritária de figuras como Chico Buarque, que ganharam exposição na década de 1960 se posicionando politicamente contra a ditadura. Ao invés de se solidarizar com o artista que lhe prestava uma homenagem e foi impedido de terminar a apresentação por causa de um posicionamento político, Chico preferiu censurá-lo e acabar com os empregos de todos os envolvidos na peça, incluindo elenco, músicos, produção e equipe técnica.

chico-buarque-final

Notícias Recentes

To Top