Notícias

Com a crise, comércio americano já nota a ausência do turista brasileiro fazendo compras

Foto: Martin St-Amant

E sentem a falta do turista que ia para lá com mais interesse em gastar dinheiro.

O Estadão foi conferir “pessoalmente” se fazia sentido o número assustador trazido pela Banco Central: em relação ao mesmo agosto, mas do ano passado, o brasileiro reduziu em 46% os gastos com compras fora do país. A constatação do jornal é de que o número de turistas caiu pouco (3%) em Miami, mas estes já não mais vão para lá pensando em compras, apenas passeio.

E Miami, claro, já senta a falta, uma vez que vinha do Brasil o turismo mais interessado em gastar dinheiro. Com o poder de compra reduzido à metade graças à valorização do dólar por aqui, há relatos lá de vendedores que tiveram a comissão por vendas caindo na mesma proporção.

A sétima economia do mundo está quebrando ao ponto de hoje já ter caído para a nona posição. O mundo aos poucos desperta para o fato de que será afetado pelo desastre chamado Brasil. Não serão estranhas novas notícias do tipo envolvendo outras nações. E essa nem é a primeira, já que a taxa de juros britânica recentemente não foi alterado por receio da crise Dilma/PT.

Foto: Martin St-Amant

Leia também | Desastre na economia brasileira segue surpreendendo até as previsões mais pessimistas

Mais Lidas

To Top