Notícias

Dilma ignora o 1º colocado e indica aliado de Renan para o STJ

Segundo informa a Folha, o indicado por lista tríplice também teve o apoio do atual presidente do STJ.

Dilma Rousseff - Renan Calheiros

“Listas Tríplices” são aquelas em que determinada autoridade tem a prerrogativa de indicar um entre três nomes previamente escolhidos, no geral por votação. Desse modo, por óbvio, é permitido escolher qualquer um, até o menos votado dos três. Mas a praxe recomenda a condução dos mais votado, evitando-se assim acusação de interferência.

Pois Dilma não seguiu esse protocolo. Ao STJ, indicou o nome apoiado por Renan Calheiros e pelo atual presidente da Corte, segundo informa Marina Dias, na Folha (e o Estadão confirma que se trata de um aliado de Renan):

“Navarro ficou em segundo lugar na lista tríplice para o STJ, com 20 votos. O preferido dos ministros da Corte foi Joel Ilan Paciornik, com 21 votos, que era dado como certo para a vaga. Em terceiro lugar ficou o desembargador Fernando Quadros. Dilma, porém, preferiu indicar Navarro com o apoio do presidente do STJ, ministro Francisco Falcão, e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).”

To Top