Notícias

Ex-contadora de doleiro disse que guardou contrato que seria usado para chantagear o PT

O pedido foi feito por Enivaldo Quadrado, condenado no processo do mensalão.

Do site da Câmara dos Deputados:

meire poza

Em depoimento à CPMI da Petrobras, Meire Poza afirmou que Enivaldo Quadrado, sócio da corretora Bônus Banval e que teria participado do esquema de Alberto Youssef, pediu a ela que guardasse um contrato que teria sido usado por ele para chantagear o PT. No contrato, constaria a informação sobre envolvimento de membros do PT no desvio de R$ 6 milhões da Petrobras.

To Top