Notícias

Das 11 obras prioritárias do PAC, governo atrasou nove

Além do furo no cronograma, os custos dos empreendimentos aumentaram 46%.

Da Veja:

riosaofrancisco

Dilma Rousseff estabeleceu a meta de inaugurar 11 obras do Programa de Aceleração do Crescimento, no início de 2011, quando assumiu o governo. Porém, apenas dois empreendimentos terão as obras entregues dentro do prazo: as hidrelétricas Santo Antônio do Jari e Ferreira Gomes, ambas construídas no Amapá. Dentre as nove obras com conclusão adiada, estão a transposição do rio São Francisco e a refinaria Abreu e Lima, da Petrobras. Além do atraso, ainda há um aumento de 46% nos custos. As 11 obras inicialmente somavam investimentos de R$ 37,6 bilhões, e agora chegam a R$ 54,9 bilhões de reais.

Notícias Recentes

To Top