Notícias

Defesa da Odebrecht procura ministro da Justiça para contestar provas

Os advogados querem saber se procuradores agiram na Suiça antes de um pedido de colaboração do Ministério da Justiça com o país.

José-Eduardo-Cardozo-cheira-mal

Segundo a Folha de São Paulo, os advogados da Odebrecht procuraram o ministro José Eduardo Cardozo para tentarem manobra para contestar a legalidade das provas produzidas na Suiça pela Operação Lava Jato.

A defesa da empreiteira quer saber se os procuradores obtiveram as informações bancárias na Suiça antes que o Ministério da Justiça apresentasse um pedido formal de colaboração.  Os advogados pediram ao ministo uma certidão que informe detalhes sobre a cooperação com o país. No último dia 5, houve uma reunião da defesa da empreiteira com o ministro, que sugeriu que formalizassem o pedido.

Os procuradores dizem estar tranquilos em relação aos procedimentos tomados na Suíça, pois as duas viagens tiveram intermediação do órgão central de cooperação internacional da Justiça.

 

Mais Lidas

To Top