Notícias

Depois das pedaladas fiscais, Dilma quer “pedalar” o impeachment

A estratégia, segundo o Estadão, seria protelar ao máximo todo o processo abusando de recursos e embargos.

Para que o Congresso consiga aprovar o pedido de impeachment de Dilma, será necessário o TCU entregar à Câmara dos Deputados um parecer comprovando que a presidente feriu a Lei de Responsabilidade Fiscal com as chamadas “pedaladas fiscais”. E como o governo pretende se safar dessa? Protelando – ou “pedalando” – ao máximo a entrega deste parecer. Para isso, pretende abusar de recursos e “embargos de declaração”. No último recurso ligado ao tema, lembra o Estadão, já se passaram 180 dias e o tribunal ainda não deu qualquer retorno. O advogado-geral da União diz não ser verdade que vem pensando nessa alternativa, mas sabia citar de cabeça o artigo que lhe permitiria agir assim.

Dilma pedalando

Leia também | Haddad ameaça vereadores do PMDB para que Marta não se candidate à prefeitura de São Paulo

 

Notícias Recentes

To Top