Notícias

Desde fevereiro, Rodrigo Janot nada fez com inquérito sobre Dilma Rousseff

E ninguém sabe o motivo

O maior perigo para a justiça numa democracia se dá quando os responsáveis pelas investigações fingem cumprir a missão assumida quando chegaram ao cargo. Nesse contexto, a opinião pública fica com a sensação de que os investigados não sairão impunes, não faz a devida pressão e, bem, ao final, nada acontece. A notícia trazida recentemente pelo site Antagonista dá a entender que, quando se trata de Dilma Rousseff, é basicamente o que está acontecendo.

Sim, a PGR tem inquéritos que atingem a presidente afastada. E isso foi usado por muitos defensores da petista como uma exemplo de que o trabalho do Ministério Público em Brasília é imparcial. Mas, segundo os antagonista, a papelada está completamente parada desde fevereiro. Rodrigo Janot, reconduzido ao cargo pela própria Dilma, não nutre para com ela a mesma sede com que avança por sobre peemedebistas como Eduardo Cunha, Michel Temer e – apenas depois de encaminhado o impeachment – Renan Calheiros.

Ainda de acordo com os antagonista, ninguém sabe o motivo. Será que não sabe mesmo?

Notícias Recentes

To Top