Notícias

Dilma, Lula e petistas cinicamente fazem pouco caso das “pedaladas fiscais” que quebraram o Brasil

E a imprensa completa o quadro reverberando sem qualquer interferência tais absurdos.

Já de olho em 2018, Lula cinicamente ignora completamente o estrago nas contas públicas, além da nítida intenção de garantir a reeleição de Dilma, e tenta emplacar a versão de que as pedalas fiscais teriam ocorrido para bancar projetos sociais. Dilma, de forma ainda mais cínica, jogou o palavrão para a oposição, chamando o impeachment de “pedalada política”. Mas o cúmulo partiu da própria militância do PT, que resgatou uma animação tosca de 2010 e poluiu as redes sociais com um curto vídeo mostrando Dilma, Jaques Wagner e Lula pedalando por sobre uma ponte destruída.

Ressalte-se também a postura da imprensa, que segue noticiando tais absurdos sem interferir no conteúdo, como se não fosse o caso de alertar o leitor do absurdo da postura de tais atores políticos.

Pedaladas

Leia também | Para ex-petista que assina impeachment de Dilma, o PT está interferindo no STF

To Top