Notícias

Dilma negocia cargos por votos, mas diz que só vai entregar após a votação do impeachment

Presidente aproveitou coletiva para mandar “recadinho” ao parlamentares

Com medo de “pagar e não levar” na negociação de cargos com o baixo clero da Câmara, o governo passou a condicionar todas as nomeações que tem negociado à vitória na votação do impeachment. Nesta terça (05), a presidente afirmou abertamente em coletiva:

“O Palácio do Planalto não está pretendendo transformar qualquer reestruturação ministerial antes de qualquer processo de votação na Câmara. Nós não iremos mexer em nada atualmente”

Trata-se de um recado aos parlamentares que pretendem aceitar os benefícios oferecidos por Lula mas não cumprir o prometido no dia da votação. Toma-lá-dá-cá a céu aberto.

FF8C8EF33D04F4781023953F4DE0499347E9D817F1076426875D161BB298636B

Mais Lidas

To Top