Notícias

Dilma transformará o Brasil numa Venezuela? Desabastecimento já cresce quase 30% por aqui

Foto: Valter Campanato/ABr

Ainda há produtos na prateleira, mas o comércio não mais consegue repor determinadas marcas graças à inflação.

Não é “só” a penicilina que anda com estoques quase zerados no Brasil. O Jornal Hoje exibiu uma reportagem centrada em estudo sobre 10 mil supermercados. O resultado é assustador: entre junho e julho, a quantidade de produtos em falta nos estabelecimentos pesquisados aumentou quase 30%. Não, as prateleiras ainda não estão vazias. Mas o consumidor já enfrenta dificuldades para encontrar determinadas marcas usadas corriqueiramente, precisando, assim, recorrer a similares.

Como o consumo diminuiu, e a inflação elevou os custos industriais, há menos recursos para encher os pontos de venda. Esse desequilibro rende desemprego na indústria e já há algumas fábricas fechando as portas no país. Se nada for feito para se reverter a situação, mais marcas quebrarão e tais produtos precisarão sofrer intervenção estatal, a exemplo do ocorrido com a penicilina – ou, ainda, a exemplo de tudo o que se passa na Venezuela.

Foto: Valter Campanato/ABr

Leia também | Como a alta do dólar é prejudicial: Brasil já não consegue produzir penicilina o bastante

Mais Lidas

To Top