Notícias

É o fim do mundo: cartolas bolivianos desviam dinheiro que iria para a família de menino morto em estádio

Renda do amistoso Brasil x Bolivia foi desviada por cartolas. Dinheiro iria para a família de Kevin Espada, que morreu em Oruro vítima de um foguete lançado na arquibancada.

Kevin Espada - Reuters

Há momentos em que algumas pessoas conseguem, monstruosamente, superar todos os limites da barbárie. Esse é um deles. Vejam trecho da reportagem de Raphael Ramos e Jamil Chade, no Estadão:

“Dirigentes da Federação Boliviana de Futebol usaram o amistoso entre a seleção brasileira e a Bolívia, em abril de 2013, para desviar dinheiro. A partida foi realizada em Santa Cruz de la Sierra e a renda deveria ser revertida para a família do garoto Kevin Espada, morto em jogo da Libertadores entre Corinthians e San Jose. A suspeita do Ministério Público da Bolívia, porém, é que o dinheiro acabou indo para o presidente da Federação Boliviana de Futebol, Carlos Chávez, o secretário-executivo Alberto Lozada e outros funcionários da entidade.”

É inacreditável. E inaceitável.

To Top