Notícias

Economia familiar: o pior ano desde 1991; um desastre completo

Mais um recorde negativo batido por Dilma Rousseff.

Foto: Marco Ravagli / Barcroft Media

Foto: Marco Ravagli / Barcroft Media

Desemprego, inflação, juros altos, entre outros fatores, fazem com que este seja o pior ano para os gastos das famílias brasileiras desde 1991. A seguir, trecho da ótima reportagem de Vinicius Neder, Idiana Tomazelli, Chico Siqueira e Carmem Pompeu, no Estadão:

Principal motor do crescimento da economia brasileira nos últimos anos, o consumo das famílias caminha para ter em 2015 a maior queda desde o início da década de 90. Aumento do desemprego, queda na renda dos trabalhadores, inflação elevada, aumento dos juros e redução do crédito disponível são apontados como os principais fatores para a contenção de despesas nos lares. O resultado é que as famílias estão, a seu modo, fazendo seus “ajustes fiscais”, incluindo “pedaladas”, em alguns casos.

É um levantamento sério, com entrevistas, revelando a gravidade profunda da crise econômica – essa mesma crise que muitos negam existir.

Notícias Recentes

To Top