Notícias

Eleição indireta e Lava Jato: Estadão confirma o acordo entre PT, PSDB e PMDB

A reportagem é de Alberto Bombig.

Conforme antecipamos em uma análise de terça-feira passada, a “solução” encontrada pelas forças do Congresso será no sentido de combater a Operação Lava Jato. O boato ganhou força dias depois e, agora no sábado, o Estadão confirma.

Em ótima reportagem de Alberto Bombig, o tal acerto entre PT, PSDB e PMDB é desnudado. As três principais forças do Congresso têm algo em comum, a Lava Jato. E essa semelhança, claro, não é pela afinidade, mas sim pelo oposto. Desse modo, e considerando que a eleição obviamente se dará pela forma indireta, a estratégia é escolher um nome de consenso.

Como cada um será atendido? Segue resumo:

PT e PSDB

O combate à Lava Jato interessaria a líderes dos dois partidos e, para além disso, o acordo inclui uma PEC estabelecendo Foro Privilegiado a todos os ex-presidentes, o que livraria Lula – e qualquer outro já ocupante do Planalto – de Sergio Moro.

PMDB

Além dos fatores acima, há um agrado a mais: o escolhido na eleição indireta se comprometeria a anistiar Michel Temer com um indulto.

E Mais

O acordão incluiria uma nova Constituinte com o plano de mudar as regras para juízes e promotores, hoje vitalícios, que passariam a ter um mandato, como acontece nos EUA.

Fonte: Estadao

Mais Lidas

To Top