Notícias

Em 2014, urnas eletrônicas computaram votos de eleitores que não votaram

Já foram encontrados 40 mil casos suspeitos

O TSE pediu para que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal apurem se tudo foi uma falha mecânica ou uma atitude deliberada de algumas pessoas que manipularam as urnas eletrônicas. O problema foi observado em 40 mil votos, o que não mudaria o resultado das eleições presidenciais, mas a maior incidência em determinadas seções de votação deixam no ar a suspeita de má fé de alguns técnicos.

Havendo má fé, teriam sido computados votos de eleitores que não compareceram. E a prova está no fato de que 40 mil deles justificaram a ausência, mesmo com a presença registrada na urna. O que deixa no ar a pergunta: e os eleitores que não lembraram de justificar a falta? Ampliaram esse número a um patamar que interferiria no resultado?

To Top