Notícias

Em meio à crise, Dilma triplica dinheiro aos partidos

Presidente sancionou nesta segunda-feira o orçamento para 2015. Bônus aos partidos vem em um ano de recuo do PIB e sem eleições

dilma1A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta segunda-feira, dia 20, o Orçamento Geral da União. O grande destaque da peça orcamentária é o grande aumento no valor de repasse ao Fundo Partidário: R$ 867,56 milhões. O aumento ocorre justo quando o partido da presidente se vê ameaçado de pagar multas milionárias para ressarcir o país pelos desvios do Petrolão e quando o Congresso começa a se movimentar para dar entrada a um pedido de impeachment. Vejam um trecho da reportagem de Luiza Damé em O Globo:

O aumento da verba para o fundo foi incluído pelo relator do Orçamento, senador Romero Jucá (PMDB-RR), sob o argumento de que valeria como um teste para a tese do financiamento público de campanhas eleitorais, defendida pelo PT em sua proposta de reforma política. Mas, o próprio PMDB — que é favorável às doações de empresas — passou a pedir publicamente que Dilma vetasse a ampliação e que mantivesse os valores de 2014: R$ 289,56 milhões. Os peemedebistas alegavam que os recursos triplicados para o fundo poderiam prejudicar o ajuste fiscal defendido pelo governo.

To Top