Notícias

Em Roma, Dilma se hospeda em hotel cuja diária custa até 7,5 salários mínimos

Westin-Excelsior-Hotel

Depois de afirmar que “acabou com a miséria” dando R$ 2 aos pobres, impedir projeto para cortar impostos da cesta básica e depois vendê-lo como presente pessoal ao povo (e ainda tornar a cesta básica mais cara ao invés de mais barata) e pouco antes de culpar o povo e as chuvas pelas mortes no RJ, Dilma, bastante ativa nos últimos dias, se hospedou com sua comitiva em hotel de luxo em Roma, cuja diária chega a R$ 5.039,00.

Em tempos de vacas magras nas contas governamentais, que geraram crescimento de ionosféricos 0,9% em 2012, e de poder de compra cada vez mais nulo, com salário mínimo de R$ 678 e a inflação novamente comendo o dinheiro do povo para sustentar gastos palacianos, a vida dura da presidente, pronta a se sacrificar por seu povo, foi se hospedar no elegante Hotel Westin Excelsior, localizado no número 125 da Via Vittorio Veneto, no centro de Roma. A diária de um apartamento standard no Westin Excelsior custa a bagatela de € 967, o que equivale a R$ 2.456,00. Já a “Grand Luxe Suite” sai por € 1.984, o que corresponde a R$ 5.039,00, ou 7,5 salários mínimos. As informações são do Ucho.Info e a conta é para você pagar, já que a presidente não brinca em serviço.

Ou brinca. A viagem ocorre dois dias antes da cerimônia oficial de entronização do papa Francisco, mas Dilma passou o domingo e a segunda-feira a turismo, visitando a exposição do pintor Tiziano com o dinheiro dos que ganham um salário mínimo ou pouco mais do que isso, mas que, sem compreender tais contas e intrigas, consideram Dilma uma feiticeira da distribuição de renda, sempre tomando dinheiro dos ricos para dar aos… pobres.

Dilma, o mundo sabe, não é católica, tendo afirmado ser devota da pouco conhecida Nossa Senhora De Maneira Geral. Poderia enviar apenas o embaixador brasileiro, mas mudou de idéia na última hora ao pensar nos dividendos eleitorais que poderá obter. Dilma poderia aproveitar para lidar com políticos italianos ou, no mínimo, se hospedar com sua comitiva na embaixada brasileira, por sinal localizada em belíssimo prédio histórico.

Mas talvez faça sentido que Dilma evite conversar muito com italianos. Vai que a conversa passe a envolver Cesare Battisti? Ademais, podemos gastar à vontade: o Mantega garantiu que nosso crescimento esse ano será astronômico, porém “responsável”, e, afinal, no longo prazo, estaremos todos mortos.

Westin-Excelsior-Hotel-Rome

Mas ah, se fosse um não-petista, hein?!

To Top