Notícias

Em São Paulo, o “Fora, Dilma” foi 14 vezes maior do que o “Fora, Temer”

Enquanto 1,4 milhão foram às ruas contra Dilma, organizadores alegam que 100 mil foram contra Temer

Quantas pessoas foram às ruas nesse 4 de setembro contra o impeachment de Dilma Rousseff? Até o momento da redação desse texto, o G1, que sempre publicava um número geral sobre os atos contra a petista, preferiu focar-se em matérias isoladas e fotos de alguns manifestantes. Por que o resultado foi grandioso demais? Ou por que foi minguado? O protesto ocorrido em São Paulo pode ajudar a explicar.

A derradeira manifestação pelo impeachment ocorreu em 13 de março de 2016 na avenida Paulista. Naquela tarde, PM e organizadores concordaram que 1,4 milhão de cidadãos foram às ruas protestar. O DataFolha – sempre ele – achou por bem reduzir o número a 500 mil, o que não tirava daquele grupo a realização do maior ato político da história.

Ontem, até porque os manifestantes pediam o fim da corporação, a PM não fez qualquer estimativa. O número coube então aos organizadores, que definem a quantidade no olhômetro, sempre levando em consideração a manchete que querem gerar. E o G1 noticiou que 100 mil paulistanos marcharam pelas ruas de São Paulo.

Em outras palavras, o “Fora, Dilma” foi 14 vezes maior do que “Fora, Temer”.

Quanto ao DataFolha, até o momento da redação deste texto, segue sem se manifestar. Ok.

Notícias Recentes

To Top