Notícias

Em vez de levar Dilma para falar bobagens, aviões da FAB transportam órgãos e salvam vidas

Decreto de Temer fez as aeronaves priorizarem o transporte de órgãos para transplante

Dilma Rousseff queria que os aviões da FAB ficassem à sua disposição para que viajasse pelo país repetindo a enfadonha ladainha de que estaria sendo vítima de uma golpe. O governo Temer vetou o abuso, limitando o uso da aeronave para que a presidente afastada pudesse viajar exclusivamente para o Rio Grande do Sul, onde sua família reside. No entanto, o presidente interino obrigou a Força Aérea Brasileira a ter sempre um avião disponível para transporte órgãos a serem transplantados. E o resultado está sendo incrível.

Durante todo 2015, a FAB autorizou apenas 24 voos com essa finalidade. Em apenas três semanas da nova regra, foram realizados 12 voos para o transporte de 14 corações, fígados e pâncreas, para 9 estados da federação. A maioria dos transplantes foi um sucesso.

Nos últimos 3 anos de governo Dilma, a FAB atendeu a um total de 68 chamados, mas negou outros 153 porque priorizava o transporte de autoridades.

Agora, a presidente afastada faz uma vaquinha virtual para captar meio milhão de reais para voar de jatinho pelo país.

O Brasil fez bem em se livrar dessa senhora.

Mais Lidas

To Top