Notícias

Empregado de marqueteiros do PT relata assalto em que levaram R$ 1,5 milhão de Caixa 2

Coisas do Brasil.

Foto: Rodolfo Buhrer / Reuters

Eis um episódio que ajuda a resumir o Brasil: um funcionário do casal João Santana e Monica Moura, marqueteiros das três últimas campanhas presidenciais petistas, informou ao TSE que foi roubado em 2014 e levaram R$ 1,5 milhão que seria de Caixa 2.

Seguem trechos do relato, já voltamos:

“Eles me levaram, colocaram dentro de um veículo que eles estavam… Acredito que eles estavam me seguindo. Me levaram por alguns metros, passavam por cima de meio-fio, e depois pararam e me largaram. Eu só sei que estava muito nervoso. Peguei um táxi e voltei para o hotel que eu estava e comuniquei à sra. Monica o ocorrido (…) Eu me lembro que eles se comunicavam afirmando que tinham pego e que deu certo, acredito, a atuação deles e levaram essa remessa, esse dinheiro (…) Eles pararam o veículo, esses dois carros pararam o táxi, um já me tirou de dentro do carro, puxou meu celular, o outro já abriu a mala, tirou o taxieiro (sic), abriu a mala do carro e levou a mala”

Pois é. Um assalto digno de Hollywood, no qual levaram justamente dinheiro de Caixa 2, ou seja, impedindo a vítima de dar queixa (a menos que quisesse ser presa em seguida).

Alguns podem achar a história fictícia, mas a esta altura, por que inventariam? Fora que, bom, não é algo assim tão impossível.

Fonte: G1 - Blog de Andreia Sadi

Mais Lidas

To Top