Notícias

Ex-jurídico da Petrobras afirma que Duque mudou regras para favorecimento de empreiteiras

Fernando de Castro Sá afirmou que a Diretoria de Serviços assinou aditivos para contratos já encerrados.

3954664_x360

De acordo com o Estadão, a polícia federal chegou a uma testemunha que confirma a atuação de Renato Duque em irregularidades que beneficiaram empreiteiras. O ex-gerente jurídico Fernando de Castro Sá detalhou em depoimento como as empreiteiras passaram a ditar as regras, via Diretoria de Serviços e, além disso,  afirmou que ele e outros gerentes sofreram perseguição e omissão ao tentarem comunicar os desmandos internamente.

“A coisa ia num crescente tão grande que um belo dia, olha como a coisa era feita, chegou lá da (Diretoria de) Engenharia para o (Diretoria de) Abastecimento informando que tinham que aprovar os aditivos 5, 6 e 7 da terraplanagem (nas obras da Refinaria Abreu e Lima). Só que quando você lê o expediente, os aditivos já estavam assinados”, afirmou o ex-gerente jurídico da Diretoria de Abastecimento. “Como é que você vai pedir autorização para celebrar um aditivo que já está assinado?”

Em duas horas de depoimento, Sá afirmou que a Diretoria de Serviços, chefiada por Renato Duque, alterou e ignorou procedimentos internos, assinando aditivos para contratos já encerrados.

To Top