Notícias

Executivo acusa ex-diretor de Serviços da Petrobras

Julio Camargo afirmou que Renato Duque fazia parte do esquema de corrupção na estatal e recebia suborno.

Da Folha de S. Paulo:

PETRO5 RJ 23/06/2005 - NOVADATA/PETROBRAS - NACIONAL OE JT - O diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, durante entrevista na sede da empresa, no centro do Rio de Janeiro. Foto: MARCOS D'PAULA/AGENCIA ESTADO/AE

Julio Camargo, executivo da Toyo Setal, empresa investigada por suspeita de pagar propina para conseguir contratos da Petrobras afirmou (em acordo de delação premiada) que Renato Duque, ex-diretor de Serviços da estatal, fazia parte do esquema e recebia suborno. Camargo afirmou que a Toyo pagou propina para obter contratos. Três empresas controladas pelo executivo repassaram R$ 13,4 milhões  à GFD Investimentos, firma de fachada controlada pelo doleiro. De acordo com procuradores, o montante era para pagamento de propina.

Mais Lidas

To Top