Notícias

Famosa por quebrar loja de R$ 1,99, Dilma derruba ação da Petrobras para US$ 1,92

Se há limites para os equívocos do governo Dilma, eles seguem desconhecidos.

Trata-se de uma conjunção de erros direta ou indiretamente ligados a Dilma Rousseff: todo o aparelhamento petista na estatal ajudou a derrubar o preço das ações da Petrobras; toda uma política econômica equivocada ajudou a valorizar o dólar diante do real. Resultado? No pregão de 18 de setembro, as ações da empresa eram negociadas na Bovespa por 1,92 dólar. Para efeito de comparação, as da ExxonMobil, outra petroleira, era vendidas a US$ 72,75, ou 37 vezes mais que a concorrente brasileira. As lojas de R$ 1,99 fizeram sucesso no Brasil enquanto o Real tinha valor idêntico ao da moeda americana. Deste ponto de vista, pode-se concluir que uma ação da Petrobras vale hoje menos do que os produtos vendidos na lojinha que Dilma quebrou antes de se tornar presidente do Brasil.

Leia também | Faltam menos de 50 mil assinaturas para a petição pelo impeachment de Dilma chegar a um milhão

Leia também | Faltam menos de 50 mil assinaturas para a petição pelo impeachment de Dilma chegar a um milhão

Para mais informações:
Em queda

Notícias Recentes

To Top