Notícias

FHC: Pediu a cassação de Bolsonaro por ofensa, defende mandato de Wyllys apesar de cusparada

Para piorar, no relato a favor de Wyllys, negou que tenha pedido a cassação, ato registrado em livro do ex-presidente

Fernando Henrique Cardoso publicou no Facebook uma opinião contrária à cassação de Jean Wyllys. Para quem não lembra, o deputado federal está enfrentando um processo por quebra de decoro. Motivo: cuspiu na direção de Jair Bolsonaro, seu colega de trabalho no Congresso.

No segundo parágrafo, o ex-presidente lembra que foi alvo de um discurso bem venenoso da parte da vítima de Wyllys. E mesmo assim não teria pedido a cassação desse:

“Recordo que no exercício da Presidência da República houve um deputado que, da tribuna, propôs meu fuzilamento, por discordar de decisões minhas e de minha orientação política. Jamais incentivei qualquer tentativa de restringir sua ação ou cassar seu mandato, nem mesmo tomei qualquer providência jurídica eventualmente cabível.”

O problema? Na página 106 de “Diários de FHC”, o autor narra um problema enfrentando com Bolsonaro. E confessa que pediu, sim, a cassação dele:

“No mesmo dia houve algo desagradável. O Bresser foi profundamente ofendido por um tal de [Jair] Bolsonaro, que, segundo me dizem, foi capitão e é deputado. Isso não é aceitável. Já disse de forma muito enérgica que não posso concordar. Pedi aos líderes, na reunião que tivemos ontem no ministério, que levassem adiante o processo de cassação dele por falta de decoro, porque acho que o governo tem que reagir a esse tipo de ação.”

O relato foi registrado entre 20 e 25 de março de 1995.

Fonte: Perfil oficial de FHC

Notícias Recentes

To Top