Notícias

Gleisi ofereceu cargo em seu gabinete a testemunha convocada para depor a favor de Dilma

E a testemunha nem precisaria ir a Brasília trabalhar para receber os quase R$ 20 mil de salário

Por causa uma postagem compartilhada no Facebook contra Dilma, Ricardo Lewandowski achou por bem rebaixar o procurador Julio Oliveira, do TCU, a informante, ou seja, seu depoimento não mais seria dado como testemunha, não podendo constar como prova.

Aberto o precedente, O Antagonista, que não brinca em serviço, buscou saber se alguma testemunha convocada pela defesa da presidente afastada não anularia por igual conduta sua convocação no julgamento do impeachment. E descobriu que a senadora Gleisi Hoffmann, do PT, ofereceu um cargo a Esther Dwek, testemunha de Dilma, para trabalhar em seu gabinete. Pior: com dispensa de frequência, o que a permitirá receber quase R$ 20 mil de salário sem nem precisar ir a Brasília.

gleisi-completo

A posse, claro, só acontecerá após o julgamento.

Suspeito ou muito suspeito?

Mais Lidas

To Top