Notícias

Ignorando mar de críticas, Dilma enviou ao Congresso PEC para “nova CPMF”

A recepção segue baixa no Congresso, mas Dilma é capaz até de entregar o Ministério da Saúde ao PMDB se isso lhe garantir voto.

A alíquota proposta ficou mesmo nos 0,2% e, para que passe a ser cobrada, ainda será respeitado um prazo de 90 dias após uma possível aprovação. A ideia é que o novo imposto vigore por 4 anos – o que adianta uma medida de duração da atual crise – e destina os valores arrecadados para cobrir o rombo da previdência social. O tema segue sendo bastante criticado pelos congressistas. Mas sabe lá o que Dilma irá rifar para obter os votos necessários. No último desespero, entregou o Ministério da Saúde ao PMDB para não ter seus vetos à “pauta bomba” derrubados.

dilma-joinha

Leia também | Desde 2011, Programa de Aceleração do Crescimento não anda tão lento

Para mais informações:
Dilma envia ao Congresso PEC que cria ‘nova CPMF’

To Top