Notícias

Ignorando tese de complô entre PT e OAB, STF proíbe doações de empresas a políticos

Lei já deve entrar em prática no próximo ano. E ainda abre brecha para Dilma vetar projeto de doação de empresas a partidos já aprovado no Congresso.

A suspeita foi levantada ontem por Gilmar Mendes em voto que na prática igualou o STF a tribunais bolivarianos, cujos juízes são meras marionetes do presidente. Nessa tese, até membros hoje da suprema corte findavam envolvidos, já que Barroso participara no passado deste trabalho desenvolvido pela OAB. A derrota se deu por 8×3, tendo também do lado derrotado os ministro Celso de Mello e Teori Zavascki. Para um membro de instância tão alta arriscar a reputação com acusações tão fortes, alguma coisa a mais ele devia saber. Na história brasileira já se proibiu o financiamento privado de campanha. E não adiantou de muita coisa. Basta lembrar que o “Esquema PC”, que findou no impeachment de Collor, nasceu neste contexto.

celsodemello

Leia também | Aécio responde a Dilma que golpe é trapacear nas eleições

 

Para mais informações:
Por 8 votos a 3, STF proíbe doações de empresas a políticos

To Top