Notícias

Indicador não corrigido pela inflação mascara número de miseráveis no Brasil

Se a “linha da miséria” for reajustada, serão 22,3 milhões vivendo na extrema pobreza no país.

Matéria da Folha de S.Paulo:

enhanced-buzz-28036-1398287499-29Dados do Ministério do Desenvolvimento Social, com base no Cadastro Único, revelam que o número de miseráveis no Brasil seria de 22,3 milhões, caso a renda usada oficialmente fosse corrigida pela inflação. Desde 2011, o governo usa o valor de R$ 70 como “linha de miséria” – ganho mensal per capita, abaixo do qual a pessoa é considerada extremamente pobre. Essa “linha de corte” foi usada por Dilma para cumprir sua maior promessa de campanha: erradicar a miséria do país.

Notícias Recentes

To Top