Notícias

Legado da Copa: segundo delações da Odebrecht, houve mutreta em pelo menos metade das arenas

Eis o legado.

Maracanã: Dilma e José Maria Marin, então presidente da CBF, na abertura da Copa do Mundo

Quando criticávamos a realização da Copa do Mundo da FIFA aqui no Brasil, o motivo primeiro era sem dúvida a crise econômica já se aproximando. As coisas aparentemente iam bem quando da escolha, mas no ano anterior ao evento já se complicavam um bocado.

Evidentemente, quem fosse contra seria “anti-Brasil” ou coisa do tipo. Eis que, além do fiasco em campo (o menos importante, diante de tudo), descobriu-se uma porção de irregularidades, tudo sob o pano de fundo de uma crise então cada vez mais grave.

E agora os delatores da Odebrecht comprovam: em pelo menos metade das tais arenas houve mutreta.

Lembrando, por fim, que o projeto original da FIFA era de 8 a 10 estádios, mas o governo convenceu para o total de 12. E Blatter, ex-presidente da entidade futebolística, chegou a afirmar que chegaram a propor 17.

Menos pior que tenham sido “apenas” 12. Enfim, taí o legado do evento.

Fonte: Isto É

Notícias Recentes

To Top