Notícias

Lembra que o PT dizia que iria secar? Cantareira agora tenta evitar inundação de cidade

Para isso, precisará aumentará em 50% a liberação de água para a grande São Paulo

O ano de 2016 vem se provando como uma temporada boas, ótimas chuvas. Contudo, isso pode também ser um problema enorme. E a Sabesp vem agindo para evitar que o sistema Cantareira, por intermédio da represa Paiva Castro, inunde a cidade de Franco da Rocha, um problema que já havia ocorrido em março e, com as enorme chuvas de junho, corre risco de se repetir.

A Paiva Castro é uma das cinco represas que formam o Cantareira. Por mais que o sistema como um todo esteja, na média, em 55,7% da capacidade, a represa em questão já ultrapassou os 70% e vem recebendo 9 vezes mais água do que a média para o mês de junho. Se chegar a 100%, as comportas precisão ser abertas e as ruas de Franco da Rocha podem ser inundadas novamente.

Por isso, o Cantareira liberará 50% mais água para a grande São Paulo, ampliando a produção de de 22 mil l/s para 33 mil l/s.

E pensar que, há menos de dois anos, na campanha pelo governo do estado, o PT gritava na TV que o sistema secaria e o paulistano ficaria sem água.

Mais Lidas

To Top